Euro circula com graves preocupações quanto à segurança

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 30 de agosto de 2001 as 18:48, por: cdb

O euro, a moeda única européia, deixou nesta quinta-feira de ser uma moeda virtual e tornou-se mais palpável para os europeus.

O Banco Central Europeu apresentou em Frankfurt as cédulas de euro, que até agora tinham sido guardadas a sete chaves para evitar falsificações.

A moeda européia começa a valer a partir do dia 1º de janeiro de 2002, mas as cédulas e as moedas já vão começar a ser distribuídas a partir de segunda-feira.

Só na Alemanha, 2.300 carros blindados vão transportar o dinheiro.

SÍMBOLO DE INTEGRAÇÃO

Durante a apresentação das cédulas, o presidente do Banco Central Europeu, Wim Duisenberg, defendeu a importância da nova moeda.

Duisenberg disse que o euro é “um símbolo para a integração de 300 milhões de europeus”. As novas cédulas têm vários ítens de segurança, incluindo tinta especial, marca d’água e uma fita de microfilme.

As notas serão iguais em todos os países que fazem parte da União Monetária Européia. Só a parte de trás das moedas vai variar de país para país.

Apesar de todas as medidas de segurança, o Banco Central Europeu está preocupado com a fase introdutória do euro, quando criminosos deverão tentar colocar notas falsas em circulação.

Um diretor do banco central alemão disse que já há banqueiros apostando sobre quem colocará a primeira nota de euro em circulação: os bancos ou os falsários.