EUA teme ataques ciberterroristas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 12 de setembro de 2001 as 16:01, por: cdb

Apenas o começo de uma onda de ataques. Esse foi um dos temores manifestados por diversos especialistas do governo dos Estados Unidos e de empresas de segurança da dados que trabalham com a hipótese de que os atentados acontecidos nesta terça-feira em Nova York e Washington sejam apenas o começo de uma onda, que pode incluir ataques ciberterroristas. Membros do National Infrastructure Protection Center – unidade do FBI especializada em crimes relacionados à Internet e à infra-estrutura de TI (tecnologia da informação) – já convocaram uma reunião de emergência com empresas de segurança, com o objetivo de avaliar com mais cuidado as informações existentes sobre uma possível onda de cibercrimes como invasões de sistemas.

Este temor é reforçado por Marv Langston, diretor-assistente do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, que ao ser.perguntado se os atentados poderiam ser seguidos por investidas de ciberterroristas, ele afirmou que “ficaria surpreso se isso não acontecesse”.

A Internet Security Systems (ISS) – empresa americana que possui o Information Sharing and Analysis Center (ISAC), um centro de monitoração de segurança de dados – colocou seus especialistas em AlertCon 3 (o mais alto é AlertCon 4), com o objetivo de evitar ataques vindos da Web, já que o ISAC trabalha em parceria com o FBI.