EUA podem sofrer atentados caso Iraque seja invadido, diz CIA

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 9 de março de 2003 as 16:53, por: cdb

A CIA (agência de inteligência americana) advertiu que grupos terroristas islâmicos presentes no Iraque podem cometer atentados contra tropas dos EUA se estas invadirem o país árabe.

Circulou entre importantes funcionários do Governo americano relatório da CIA que analisa o risco de atentados contra as tropas que entrarem no Iraque e contra as que já foram enviadas à região do Golfo Pérsico, informou neste domingo o jornal The New York Times.

Segundo o documento, os grupos terroristas que segundo Washington têm ligação com a rede Al Qaeda e são protegidos por Bagdá podem se envolver num conflito com os militares americanos mesmo que o regime do presidente Saddam Hussein seja derrocado.

Estas células terroristas foram organizadas, segundo o documento, por Abu Mussab al Zarqaui, acusados pelos EUA de ser o vínculo entre o regime de Saddam e a rede Al Qaida.

O texto identifica quatro integrantes das categorias “segunda ou terceira” da rede terrorista vistos em Bagdá.

Outras células, de acordo com a análise, podem estar presentes nas proximidades de Mossul e Erbil, na zona de exclusão aérea do norte do Iraque, de maioria curda.

Entre cem e duzentos membros da Al Qaeda podem estar presentes nessa área, junto a um número de entre 450 e 700 integrantes do grupo terrorista Ansar al Islam.

O estudo usa como fontes, entre outras, comunicações interceptadas e a análise da estratégia anterior da Al Qaeda, acrescenta o Times.