EUA negam que filhos de Bin Laden foram presos no Afeganistão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 7 de março de 2003 as 17:29, por: cdb

Autoridades norte-americanas revelaram à CNN que não podem confirmar e não acreditam em informações divulgadas por agências de notícias de que dois filhos de Osama bin Laden, líder da rede terrorista Al Qaeda, teriam sido presos no Afeganistão, nesta sexta-feira.

As autoridades disseram também que estão investigando as notícias divulgadas pelas agências de notícias, que citaram fontes ministeriais para confirmar as prisões.

Já no Paquistão, autoridades do Ministério do Interior do país informaram à CNN que não sabem sobre as prisões.

Tanto a agência de notícia Associated Press com a Reuters, citando o ministro do Interior do Paquistão, Sanaullah Zehri, informaram que dois filhos de bin Laden, Saad e Jumza, foram presos em uma operação realizada no sudeste do Afeganistão, na fronteira do país com o Paquistão e o Irã.

As agências também informaram que as prisões aconteceram graças a uma operação conjunta realizada por forças de segurança do Paquistão e dos Estados Unidos.