EUA não vão recuar em relação ao Iraque, diz Powell

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 26 de janeiro de 2003 as 19:02, por: cdb

O secretário de Estado americano, Colin Powell, disse neste domingo no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, que os Estados Unidos “não devem recuar da (decisão de ir à) guerra, caso este seja o único meio de nos livrarmos das armas de destruição em massa de Saddam Hussein”.

Discursando no centro de convenções do fórum, Powell disse ainda que o Iraque está mostrando “as mesmas velhas táticas de fraudes e atrasos” para responder às inspeções de armas.

Segundo ele, dar mais tempo para Saddam Hussein elevaria o risco de que o suposto arsenal iraquiano seja usado para o terrorismo e caia em mão de grupos como a Al-Qaeda, organização de Osama Bin Laden.

Líderes europeus defenderam no evento que os inspetores de armas da ONU tenham mais tempo para trabalhar no Iraque.

Economia

Empresários e executivos presentes no Fórum Econômico Mundial também manifestaram preocupação com relação a um possível conflito.

Eles acreditam que uma guerra ameaçaria a economia internacional, elevando a inflação e o preço do petróleo.

Powell disse que cabe ao Iraque provar que não tem armas de destruição em massa.

“É uma questão de vida ou morte que tem que ser respondida”, disse o secretário de Estado americano.

Ele fez um apelo para o que mundo confie nos Estados Unidos, que o país usará seu poder para o bem.

Como exemplo, Powell citou os envolvimentos das Forças Armadas americanas no Afeganistão, na Bósnia e no Kuwait.