Estudo sugere predisposição à obesidade

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 30 de janeiro de 2005 as 10:23, por: cdb

Um estudo realizado por cientistas americanos concluiu que algumas pessoas têm uma predisposição natural a serem menos ativas e, assim, se tornarem obesas.

O estudo, realizado por uma equipe da clínica Mayo, do Estado de Minnessota, diz que pessoas obesas, mesmo depois de perder peso com dietas, acabam tendo um estilo de vida menos ativo.

Por outro lado, pessoas naturalmente com menos gordura, mesmo depois de ganharem peso, continuaram tendo um estilo de vida ativo, o que colabora para que emagreçam.

Na pesquisa, os cientistas analisaram dez pessoas com tendência à obesidade e dez com tendência a ficarem com o peso normal.

Mais tempo sentados

Essas pessoas passaram a usar uma roupa íntima especial, com sensores eletrônicos que monitoravam a freqüência de seus movimentos.

Numa fase posterior do estudo, o grupo mais “esbelto” passou a receber um suplemento alimentar de mil calorias além do necessário por dia, para ganhar peso, enquanto o com tendência à obesidade passou a receber mil calorias a menos que o necessário.

Mas, mesmo tendo perdido peso, os “gordinhos” não passaram a se movimentar mais e passaram mais tempo sentados do que os “ativos”.

Em média, os pesquisados com tendência à obesidade passaram duas horas e meia a mais sentados por dia do que os outros e acabaram queimando 350 calorias a menos.

A pesquisa está sendo divulgada na última edição revista Science, que começa a ser vendida nesta sexta-feira.