Estudo revela que sexo deixa a fêmea do carrapato obesa

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 6 de abril de 2004 as 03:19, por: cdb

A atividade sexual engorda certo tipo de carrapatos fêmeas devido a uma proteína contida no sêmen do macho, afirma estudo de um pesquisador canadense publicado na revista ‘Proceedings of the National Academy of Sciences’.

Reuben Kaufman, pesquisador da Faculdade de Ciências da Universidade de Alberta, disse que as carrapatas se mantêm ‘elegantes’ enquanto são virgens.

– O que ocorre é que a fêmea se mantém aderida a seu hospedeiro, come lentamente e espera ser fertilizada – afirma Kaufman no artigo.

– Se (a fêmea) copula, o líquido seminal contém uma proteína que atua como um sinal que a ordena comer com voracidade. Vinte e quatro horas após a cópula, a fêmea multiplicou seu peso por dez – diz o artigo.

O investigador disse que a proteína poderia ser utilizada na criação de uma vacina para proteger o gado das carrapatas, um problema que causa perdas de cerca de 10 bilhões de dólares no mundo todo.

– Até em uma infecção de menor grau, as carrapatas afetam o crescimento dos bezerros prejudicando a produção de leite – disse.

Na atualidade, o melhor mecanismo de controle contra as carrapatas são os pesticidas, o que constitui um problema ecológico que pode afetar a qualidade da carne, acrescentou.