Estudo aponta condição boa em 75% das águas no Brasil

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 25 de junho de 2012 as 13:06, por: cdb

O “Panorama da Qualidade das Águas Superficiais – 2012”, estudo elaborado pela Agência Nacional de Águas (ANA) revela que dos 1.988 pontos monitorados em 2010, em áreas urbanas e rurais, 75% têm condição boa de IQA (Índice de Qualidade de Água); 6%, excelente; 11%, regular e 7%, ruim ou péssima. O estudo foi feito com apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e dos órgãos gestores estaduais de recursos hídricos.
Em relação à análise de tendência dos valores de IQA entre 2001 e 2010, dos 658 pontos com série histórica, 47 revelaram tendência de melhora da qualidade da água, inclusive em rios de grande densidade urbana, como o Tietê na cidade de São Paulo e o rio das Velhas, em Belo Horizonte.

No mesmo período, foram destinados recursos para programas de saneamento e despoluição de recursos hídricos da União, como o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o Programa Despoluição e Bacias Hidrográficas (Pordes), o Projeto Tietê, entre outros, que totalizam cerca de $52 bilhões, sendo 76% provenientes do PAC.

Para melhorar o monitoramento da qualidade das águas superficiais do País, a ANA vem desenvolvendo com os estados o Programa Nacional de Avaliação da Qualidade das Águas, que tem como objetivo apoiar os estados na avaliação, assim como na divulgação das informações para toda a sociedade.

Fonte: Em Questão

 

..