Estratégia da Ferrari leva Schumacher à vitória

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 7 de maio de 2006 as 11:37, por: cdb

O piloto alemão Michael Schumacher (Ferrari) venceu o Grande Prêmio da Europa de Fórmula 1, neste domingo, ao ganhar a disputa com o espanhol Fernando Alonso (Renault), que ficou em segundo lugar no Nürburgring alemão. Alonso, atual campeão mundial, partiu na pole e conseguiu manter a primeira posição até o segundo pit stop, em que a Ferrari voltou a aplicar uma melhor estratégia que a Renault e colocou Schumacher na liderança. O alemão não deixou escapar o primeiro lugar até o final da corrida.

O brasileiro Felipe Massa, também da Ferrari, terminou em terceiro e conquistou seu primeiro pódio do ano e o segundo de sua carreira. A vitória deste domingo é a de número 86 da carreira de Michael Schumacher e a segunda consecutiva, já que há dois domingos o alemão venceu o Grande Prêmio de San Marino, no circuito de Ímola. Além disso, esta é a sexta vitória do piloto alemão no Grande Prêmio da Europa.

Fernando Alonso, que venceu duas vezes e terminou em segundo em três corridas este ano, continua liderando o Mundial de pilotos, agora com treze pontos de vantagem sobre Michael Schumacher. Antes de Nürburgring, a diferença entre os dois pilotos era de 15 pontos.

Em quarto lugar veio o finlandês Kimi Raikkonen (McLaren-Mercedes), seguido do brasileiro Rubens Barrichello (Honda), do italiano Giancarlo Fisichella (Renault), do alemão Nico Rosberg (Williams-Cosworth), que largou na última posição, e do canadense Jacques Villeneuve (BMW Sauber).

O próximo grande prêmio será o da Espanha, no domingo que vem no Circuito da Catalunha.

O estreante Franck Montagny, que substituiu o japonês na Super Aguri, abandonou o GP na metade da prova quando pegou fogo no motor. Mas frustração mesmo foi para o irmão do campeão da prova, Ralf Schumacher, que estava em 14º lugar, quando terminou a prova nos boxes, a apenas quatro voltas para o final da corrida.

Classificação do GP da Europa:

1. Michael Schumacher (ALE) – Ferrari
2. Fernando Alonso (ESP) – Renault
3. Felipe Massa (BRA) – Ferrari
4. Kimi Raikkonen  (FIN) – McLaren Mercedez
5. Rubens Barrichello (BRA) – Honda</strong><p>6. Giancarlo Fisichella (ITA) – Renault
7. Nico Rosberg (ALE) – Williams
8. Jacques Villeneuve (CAN) – BMW Sauber
9. Jarno Trulli (ITA) – Toyota
10. Nick Heidefeld (ALE) – BMW Sauber
11. Scott Speed (EUA) – Toro Rosso
12. Tiago Monteiro (POR) – Midland
13. Christijan Albers (HOL) – Midland

Não completaram:

Ralf Schumacher (ALE) – Toyota
Juan Pablo Montoya (COL) – McLaren Mercedez
Takuma Sato (JAP) – Super Aguri
Franck Montagny (FRA) – Super Aguri
Jenson Button (ING) – Honda
Christian Klien (AUT) – Red Bull
Mark Webber (AUS) – Williams
David Coulthard (ESC) – Red Bull Race
Vitantonio Liuzzi (ITA) – Toro Rosso