Estatuto do Torcedor preocupa organizadores do Troféu Brasil

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 3 de junho de 2003 as 00:34, por: cdb

Cumprir as determinações exigidas pelo Estatuto do Torcedor não é
uma preocupação somente dos clubes de futebol. O tema, como não poderia deixar de ser, também é pauta para a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), que entre os dias 12 e 15 deste mês realiza, no Ibirapuera, o XXII Troféu Brasil Caixa de Atletismo, a principal competição do calendário nacional. Depois de 11 anos, São Paulo, ou mais precisamente o Conjunto Desportivo Constâncio Vaz Guimarães, será sede do evento, que este ano vai servir como uma das oportunidades para os atletas conseguirem índices para os Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo e para o Mundial de Paris, ambos em agosto.

Além das obras para a preparação da nova pista do Estádio Ícaro de Castro Melo, resultado de um convênio entre o Governo do Estado e a BM&F, os ajustes necessários para que o local esteja em ordem como as novas determinações do Estatuto do Torcedor, recentemente implantado, também estão movimentando o Troféu Brasil Caixa de Atletismo. Na semana passada, o secretário geral da CBAt, Martinho Santos, esteve na capital paulista para uma série de reuniões com representantes do governo estadual.

– Temos de cumprir uma lista de itens importantes e para isso precisávamos discutir o que deve ser feito, que vai desde ingressos numerados, ambulâncias, placas de orientação etc. Estive com o Antônio Carlos Pereira, coordenador do Ibirapuera, justamente para esse fim. Tenho certeza que tudo estará em ordem para o início da competição – explica Nobre.

O evento deverá reunir cerca de 800 atletas de cerca de 100 clubes de todas as regiões do país. Entre os destaques confirmados estão Maurren Maggi, campeã pan-americana de salto em distância e líder do ranking mundial, os vice-campeões olímpicos em Sydney do 4×100 metros, Claudinei Quirino, André Domingos, Edson Luciano e Vicente Lenilson; o vice-campeão mundial dos 400 metros, Sanderlei Parrela, o triplista Jadel Gregório e o fundista Vanderlei Cordeiro de Lima. A equipe BM&F de Atletismo é a atual campeã do Troféu Brasil.