Estados Unidos querem controle do espaço aéreo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 18 de outubro de 2006 as 22:07, por: cdb

O presidente dos Estados Unidos George Bush impôs ao mundo, nesta quarta-feira, uma nova política unilateral para a ocupação do espaço que tornou-se a nova fronteira que os americanos querem proteger dos inimigos. A nova política reserva aos Estados Unidos o direito de negar acesso ao espaço a quem for considerado hostil. O texto ainda rejeita futuros acordos de controle de armas espaciais.

Os satélites que controlam aviões e a comunicação com os soldados podem ser importantes para situações de guerra. Segundo especialistas, falta pouco para a tecnologia criar armas de ficção científica, como equipamentos de raio laser para atacar satélites inimigos.

A nova política espacial foi assinada quase em segredo pelo presidente norte-americano. O governo não divulgou publicamente e somente alguns países, como a Rússia, foram alertados. Os americanos dizem que o objetivo é buscar a cooperação internacional e negam que a nova diretriz vá permitir o desenvolvimento de armas espaciais.

Em 2005, a Assembléia Geral da ONU votou uma proposta para proibir esse tipo de armamento. No total, 170 países votaram a favor e o único voto contra foi dos Estados Unidos.