Estado quer auditar Light e Cerj em busca de irregularidades

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 6 de janeiro de 2003 as 13:27, por: cdb

O secretário de Energia Indústria Naval e Petróleo do Estado do Rio, Wagner Victer, quer uma auditoria na Light e na Cerj, distribuidoras de energia no Estado do Rio, para verificar a legalidade dos recursos tarifários concedidos por ambas, respectivamente de 17,11% e 28,5%. Os reajustes foram autorizados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e são os mais altos entre todas as concessionárias de energia no País.

“Queremos apurar se o reajuste faz jus ao serviço que vem sendo prestado”, disse Victer. Segundo ele, existe “um estado de apagão contínuo” na Região dos Lagos, e pelo qual as distribuidoras não estão sendo punidas pela Aneel. “Se não for possível rever este reajuste, que elas sejam multados pelo desserviço prestado”, disse.

Victer está concluindo ainda nesta segunda-feira, em seu primeiro dia como secretário, uma ação em conjunto com as Secretaria Estadual de Justiça, contra as distribuidoras, com respaldo do Código de Defesa do Consumidor. A ação será apresentada até a tarde desta terça-feira.