Estado investe em estradas turísticas no interior

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 4 de março de 2007 as 11:25, por: cdb

O governador Sérgio Cabral e o vice-governador e secretário de Obras, Luiz Fernando Pezão, anunciaram em Paraty a pavimentação de duas estradas de grande interesse turístico no estado. A RJ-165, estrada que liga Paraty a Cunha, em São Paulo, era a antiga rota do ouro nos primeiros séculos da colonização. Já a RJ-163, que liga Penedo a Visconde de Mauá e a RJ-151 (Maromba – Falcão) são os únicos acessos ao complexo de cachoeiras de Maromba. Em ambos os casos os projetos devem ser de estrada-parque, muito comuns na Europa, possibilitando um melhor aproveitamento da região.

Pezão alertou aos prefeitos que comecem a desenvolver os projetos das obras, para que elas possam ser iniciadas em janeiro do próximo ano. No caso da ligação entre a Capelinha até Visconde de Mauá e Maromba, os recursos serão do Fundo Estadual de Conservação Ambiental e Desenvolvimento Urbano – Fecam, da Secretaria do Ambiente. O secretário Carlos Minc atendeu a uma reivindicação antiga dos moradores e pretende levar um projeto de coleta de lixo e de rede de esgoto para a região. Os moradores temem a contaminação dos rios com o aumento do número de turistas.

– Esse é um momento de alegria para nós. Estaremos iniciando obras pleiteadas há muitos anos. A estrada Paraty-Cunha, por exemplo, há mais de 50 anos espera pela pavimentação. A área de Maromba é de grande atrativo turístico, mas acaba se tornando de difícil acesso à população em geral, por conta das condições da estrada, e uma preocupação para os moradores, que temem que os mananciais da região sejam contaminados com esgotos. Essa parceria será um presente para as comunidades – afirmou o vice-governador.

Os prefeitos de Resende, Sílvio de Carvalho, e de Itatiaia, Jair Alexandre Gonçalves, estão confiantes nas melhorias para a região com esse projeto. Para eles, isso irá estimular o turismo na área de Penedo, Visconde de Mauá e Itatiaia, gerando mais emprego e desenvolvimento. Os dois se comprometeram a iniciar os estudos o mais breve possível, até porque os únicos projetos serão os da estrada e o da rede de esgotos, uma vez que Itatiaia já participa do aterro sanitário regional que vem sendo implementado em Resende e fomentado pelo governo estadual.

– Essa é uma área onde o turismo é muito forte e, com essas melhorias, tende a se fortalecer ainda mais. O complexo de cachoeiras de Maromba atrai turistas do Brasil e do mundo. O próprio governador de Minas Gerais, Aécio Neves, é um freqüentador assíduo da região – comentou Jair Alexandre Gonçalves.

Em Paraty a obra também deve ser rápida, já que faltam apenas 9,5 Kms de asfalto, do entroncamento da BR-101, em Paraty, até a cidade de Cunha. A conclusão da estrada, que tem 46 quilômetros de extensão e está totalmente pavimentada na área de São Paulo, vai beneficiar 122 municípios do sul de Minas Gerais e São Paulo, que terão um acesso mais rápido ao município fluminense. Segundo o prefeito de Paraty, José Carlos Porto Neto, o turismo responde por 80% da economia da região, daí a importância da pavimentação da estrada.

– Essas obras já estão entrando no orçamento do próximo ano. Queremos esses projetos logo em nossas mãos, para que possamos fazer a licitação da obra até o final do ano e iniciá-las em janeiro de 2008. Esse é um tempo para os municípios também repensarem os respectivos planos turísticos, já que ambos terão um aumento expressivo de visitantes com as novas obras. A nossa proposta é valorizar as vocações de cada região e o turismo é extremamente forte nessas duas áreas – concluiu Pezão.