Estado começa a cadastrar usuários do Vale Social

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 31 de janeiro de 2005 as 11:47, por: cdb

A partir desta segunda-feira a Secretaria de Transportes começa a cadastrar portadores de deficiência e doentes crônicos que desejam adquirir o Vale Social, novo cartão instituído pelo governo do estado que garante a gratuidade no transporte público intermunicipal. Aqueles que têm o antigo passe livre, cujo prazo de validade estava vencido, estão sendo recadastrados desde 17 de janeiro nesta nova modalidade. Para se informar sobre o posto de cadastramento mais próximo de sua residência, basta o usuário telefonar para (21) 2299-2900, no horário comercial.

A lei 4.510, que instituiu o Vale Social e o Vale Educação – este voltado para os alunos dos ensinos Fundamental e Médio da rede pública estadual e cujo cadastramento é automático durante a matrícula – foi sancionada em 14 de janeiro pela governadora Rosinha Garotinho.
A distribuição do Vale Social ficará a cargo da Secretaria de Transportes, enquanto o Vale Educação será entregue ao aluno no ato da matrícula.

– Essa lei resultou de uma intensa negociação do governo estadual. A partir daí, conseguimos chegar ao valor mínimo de passagem de R$ 1, enquanto o preço médio está na faixa dos R$ 2,13. Esse projeto vem a ser uma das maiores iniciativas do governo Rosinha Garotinho para a inclusão social e de incentivo à formação dos nossos jovens – afirma o secretário de Transportes, Augusto Ariston.

O Vale Social e o Vale Educação garantirão o transporte gratuito em ônibus, trens, metrô e barcas (inclusive catamarãs). No caso dos estudantes cadastrados no ato da matrícula, o benefício já estará valendo no início deste ano letivo, ou seja, na segunda quinzena de fevereiro. Para os doentes crônicos e portadores de deficiência, o cadastramento e a atualização de dados serão contínuos, sem data específica para terminar.

O assessor especial da Secretaria de Transportes, Márcio Vieira, explica que, após o cadastramento dos novos beneficiados ou o recadastramento de quem tem passe vencido, os vales serão enviados pelos Correios. Já aqueles que ainda têm os antigos passes livres dentro do prazo de validade devem apresentar cópias dos cartões, da carteira de identidade, do comprovante de residência e uma foto 3×4 para atualizar o cadastro.

– Caso a pessoa tenha perdido a carteira ou esteja fazendo o primeiro pedido, terá de trazer, também, um laudo médico – completa Vieira.