Esquivel pede a Annan que convoque Assembléia Geral da ONU

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 27 de março de 2003 as 16:03, por: cdb

O Prêmio Nobel da Paz de 1980, o argentino Adolfo Pérez Esquivel, pediu ao secretário-geral da ONU, Kofi Annan, que convoque a assembléia geral para exigir “a retirada das forças invasoras” do Iraque, informou esta quinta-feira o Serviço de Paz e Justiça (Serpaj).

“A invasão do Iraque pelos Estados Unidos e seus aliados, os constantes bombardeios contra as cidades estão provocando massacres contra o povo iraquiano, diante da indiferença da ONU, que não exige a imediata retirada dos invasores”, disse numa carta dirigida a Annan.

Pérez Esquivel, presidente do Serpaj, reclamou que a assembléia geral seja convocada para “agir frente à grave situação que está custando milhares de vidas” e “pedir o cessar-fogo imediato e a retirada das forças invasoras”.

Também exigiu que essa alta instância da ONU envie “ajuda humanitária ao povo iraquiano” e aplique “sanções aos responsáveis pela invasão e pelo massacre do povo do Iraque”.

“Os Estados Unidos não podem se arrogar o direito de vida ou morte sobre os povos. Transformaram-se em um Estado totalitário que busca impor pela força sua vontade ao restante da humanidade, violando todos os princípios do direito e respeito aos povos”, afirmou o Prêmio Nobel.