Esquerda segue na frente e enfrenta conservadores no 2º turno

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 10 de abril de 2006 as 11:50, por: cdb

O candidato da esquerda peruana, Ollanta Humala, mantém-se na liderança do primeiro turno da eleição presidencial peruana com 27,80% dos votos, seguido pela conservadora Lourdes Flores e o ex-presidente Alan García, após a apuração de 52,70% dos votos. Os resultados da Organização Nacional de Processos Eleitorais (ONPE) mostram Flores em segundo lugar, com 26,32%, seguida por García com 25,60%, segundo o boletim das 00h10 (02h10 de Brasília).

Diretora da ONPE, Magdalena Chu reiterou à imprensa que os resultados parciais divulgados ainda não são uma mostra representativa e explicou que não são projeções, e sim resultados reais. No total, 20 candidatos à Presidência concorreram à sucessão de Alejandro Toledo. O segundo turno acontecerá 30 dias depois da proclamação dos resultados oficiais. Os resultados oficiais só serão conhecidos em vinte dias.

Segundo turno

Flores, 46, mostrou-se convencida de que disputará o segundo turno das eleições presidenciais contra o nacionalista Ollanta Humala. Na sede de seu partido, União Nacional, Flores se dirigiu a dezenas de seguidores.

– Não tenho para o Peru nada além de gratidão, compromisso de trabalho e confiança – afirmou.

Em sua primeira aparição pública depois da divulgação dos primeiros resultados oficiais, ela prometeu defender “a verdade que brota das urnas” e ficar vigilante com a estreita margem de votos que a separa de Alan García, o terceiro na disputa pela chefia do Estado.

A dirigente da União Nacional anunciou ainda que em um eventual governo “enfrentará a pobreza e a desigualdade no país”.

Boca-de-urna

Segundo as pesquisas de boca-de-urna divulgadas nesta segunda-feira, o candidato da esquerda nacionalista peruana Ollanta Humala vence a eleição presidencial com 30,9% dos votos. Segundo a consultoria Apoyo, haverá uma disputa com a conservadora Lourdes Flores no segundo turno. De acordo com a contagem, que representa 59,2% dos votos emitidos, Flores conseguiu o segundo lugar, com 24,5%, seguida pelo ex-presidente Alan García, com 23,3%.

A lei peruana determina a realização de segundo turno se nenhum candidato obtém a metade mais um dos votos. A nova votação ocorrerá em maio. Pesquisas de boca-de-urna tinham dado a Humala uma vitória apertada na eleição deste domingo, mas se mostravam divididas quanto ao segundo colocado. Para o segundo turno, ainda segundo as pesquisas, Humala se mantém como favorito, em um cenário muito disputado.

A consultoria Apoyo utilizou informações de contagens de votos provisórias nas principais cidades peruanas.