Espanha intercepta três cartas-bomba, diz rádio estatal

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de abril de 2004 as 16:34, por: cdb

Três cartas-bomba, endereçadas a veículos de comunicação da Espanha, foram interceptadas em um centro de distribuição de correspondências no norte do país na quinta-feira, segundo informações divulgadas pela rádio estatal.

A polícia já desativou duas e estava trabalhando na terceira carta-bomba, disse a rádio.
O Ministério do Interior não comentou a notícia, que aparece em um momento em que os nervos dos espanhóis estão no limite após os ataques de 11 de março em Madri onde morreram 191 pessoas.

A reportagem afirmou que as cartas estavam endereçadas ao jornal La Razón, à estação de rádio Cope e ao canal de televisão Antena 3.

O centro de distribuição de correspondências em Zaragoza foi evacuado, disse a rádio.
Na Itália, dois pacotes-bomba foram interceptados e desativados nesta quinta-feira. Eles estavam endereçados a autoridades do sistema carcerário da Itália, incluindo um ex-investigador da Máfia.

A polícia disse suspeitar que os pacotes eram trabalho dos anarquistas porque em um deles, o endereço do remetente era uma rua fictícia, com o nome de um anarquista bem conhecido.

Os anarquistas são os principais suspeitos de enviarem pacotes-bomba na Itália nos últimos três meses. As bombas foram enviadas a autoridades da União Européia, inclusive ao presidente da Comissão Européia, o italiano Romano Prodi.