Escultura de Rodin é roubada em museu de Buenos Aires

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 30 de maio de 2003 as 00:20, por: cdb

A escultura “As mãos de Deus”, uma das obras-primas do francês Auguste Rodin, foi roubada nesta quinta-feira, do Museu Nacional de Belas Artes, da capital da Argentina.

A obra de arte, feita em bronze e que mede uns 30 centímetros de altura, foi roubada de uma das salas de exposição do museu embora ainda não se pôde encontrar o ladrão.

Depois de se saber do roubo, uma juíza dispôs rastrear as próprias instalações do museu, um dos mais importante da América Latina e situado no bairro da Recoleta, no coração de Buenos Aires.

A peça roubada é uma das 30 réplicas em bronze de “As mãos de Deus” que levam a assinatura de seu criador, o francês Auguste Rodin (1840-1917).

Segundo disseram fontes policiais, após reunir-se com o diretor do museu, Jorge Glusberg, a escultura está avaliada em mais de 10.000 dólares.

Esta não é a primeira vez que roubam parte do importante e valioso patrimônio artístico do Museu Nacional de Belas Artes de Buenos Aires.

O Museu Nacional de Belas Artes tem em exposição umas mil obras de pintores famosos e outras 10.000 no depósito.