Escolas estaduais abrem nos finais de semana a partir de agosto em SP

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 27 de maio de 2003 as 00:57, por: cdb

Para tentar diminuir a violência em São Paulo, a partir de agosto, as 6 mil escolas da rede estadual paulista estarão abertas também aos sábados, domingos e feriados, das 9 às 17 horas, oferecendo atividades culturais e esportivas, ligadas à qualificação para o trabalho e à saúde.

Esse projeto é fruto de uma parceria entre a Secretaria da Educação, a Unesco (órgão das Nações Unidas para a Infância e a Juventude) e o Instituto Ayrton Senna. O governo investirá no programa, em um semestre, R$ 60 milhões.

– A violência cresce exatamente nos fins de semana e feriados. Hoje, temos cerca de 600 escolas sendo abertas e os índices melhoraram bastante. Vamos levar esse programa para todos os 645 municípios de São Paulo – disse o governador Geraldo Alckmin, após assinatura do protocolo de intenções, na Escola Estadual Tarcísio Álvares Lobo, no Bairro do Limão, zona norte.

– Escola aberta significa menos pichação, menos agressão, mais afeto, ternura, competência – disse o secretário da Educação, Gabriel Chalita.