Escola Municipal Laranjeiras é entregue à comunidade totalmente reformada

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 28 de março de 2012 as 06:40, por: cdb

A cerimônia de entrega oficial da Escola Municipal Laranjeiras, remanescente Quilombola, localizada no distrito de Pradoso, aconteceu na tarde dessa terça-feira, 27. Com a reforma, a unidade escolar ganhou granito nas duas salas de aula e na varanda coberta que foi construída na frente da escola, cerâmica na cozinha e nos três banheiros novos. Todas as janelas foram trocadas, o telhado totalmente refeito com telhas de cerâmica e a construção de rampas de acesso e de um muro. Houve também pintura em todos ambientes, melhorias nas instalações hidráulica e elétrica, a abertura do poço artesiano, com profundidade de 140 metros, e a instalação de uma caixa d’água com capacidade para 3 mil litros para o abastecimento da escola. Atualmente, apenas uma sala de aula em funcionamento na Escola Municipal Laranjeiras. Na outra sala disponível será implantado o projeto Roda de Alfabetização, que busca trabalhar de maneira diferenciada nas salas de aula, utilizando o lúdico como um elemento estimulante para a aprendizagem dos alunos. A escola ganhou ainda equipamentos como: DVD, televisão, impressora colorida e cinco computadores.

Segundo secretário de Educação, Coriolano Moraes, “quando o Governo é sério, cada centavo é transformado em ação. Buscamos garantir sempre o direito ao estudo, oferecendo transporte aos alunos e professores, melhorando a infraestrutura das unidades escolares, investindo em imobiliários, equipamentos e materiais pedagógicos, para que tudo se converta na melhoria da qualidade da educação. Por isso, em Vitória da Conquista, hoje, só não estuda quem não quer”.

A comemoração não foi apenas em relação à reforma da escola, mas também pela chegada da água pela Embasa e a abertura do poço artesiano. “Hoje a população tem água tratada com qualidade para beber. Foi um grande desafio o nosso trabalho aqui, porque não encontrarmos um ponto adequado para fazer uma barragem, devido a região ser repleta de pedras. Mas conseguimos abrir o poço artesiano com 140 metros de profundidade e vasão de 8 mil litros de água por hora”, disse o prefeito. O fato é que hoje a “população pode escolher que água quer beber: a da Embasa ou a do poço artesiano”, completou.

Todos estão muito satisfeitos com a reforma da Escola Laranjeiras. As melhorias realizadas na escola valorizam também a comunidade e proporcionam um ambiente mais adequado e confortável para os alunos aprenderem mais e o professor trabalhar com maior disposição e ter a possibilidade de desenvolver todas as atividades propostas.

Maria José Silva Moraes é moradora da localidade e foi merendeira na Escola Laranjeiras por quatro anos. Está muito contente com as mudanças na escola, principalmente, porque sua filha, Gisele, 9 anos, estuda na unidade. “Está uma beleza a escola. Eu saí daqui antes de começar a reforma e melhorou bastante para todos. Nossas crianças irão sair daqui para continuar os estudos, nas outras escolas, bem mais preparadas”, declarou.

“Essa reforma foi uma grandeza. Confesso que uma escola como essa não tinha no meu tempo. Antes as coisas eram mais difíceis, agora, é uma glória mandar os filhos para a escola. Muito obrigada a todos, porque a tendência daqui é ficar cada vez melhor”, confessou Suelina Moreira dos Santos, moradora e mãe de Maria Clara, 8 anos, e Cleiton, 4 anos.

Também marcaram presença no evento o secretário de Agricultura e Desenvolvimento Rural, Odir Freire, o presidente da Associação de Laranjeiras, Vitório Ferreira, os vereadores Luciano Gomes e Hudson Castro, o cantor, Evandro Correira, a diretora da escola, Gilmara Leal, a vice-diretora, Maria Aparecida Gomes, os funcionários da escola, crianças, a comunidade e demais integrantes da equipe do Governo Municipal.