Escândalo com árbitros envergonha futebol alemão, diz Klinsmann

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 10 de fevereiro de 2005 as 15:46, por: cdb

O técnico da seleção da Alemanha, Juergen Klinsmann, esperava que uma triunfante vitória de sua equipe contra a Argentina no amistoso de quarta-feira ofuscasse o escândalo de manipulação de resultados no país antes da Copa do Mundo de 2006.

Uma vitória contra os argentinos na quarta-feira terminaria com um jejum de quatro anos contra grandes equipes, e temporariamente abafaria o escândalo.

A equipe de Klinsmann, entretanto, ficou apenas no empate por 2 x 2 com a Argentina, e o técnico foi obrigado a responder perguntas sobre o escândalo das apostas.

– Essa é uma história vergonhosa para toda a Alemanha, em especial para o futebol alemão – disse Klinsmann após a partida – Espero que seja resolvido rápido e que traga uma conclusão em breve.

Porém, seu desejo parece improvável de ser realizado, já que o pior escândalo do futebol alemão em três décadas ainda permanece em alta.

O árbitro Robert Hoyzer está se tornando uma celebridade, fazendo aparições públicas na televisão e nos jornais.

Nesta quinta-feira, Hoyzer recebeu uma proibição de apitar duas semanas após confessar a manipulação de resultados. A suspensão provisória da Associação Alemã de Futebol (DFB) é a primeira punição formal a Hoyzer relacionada ao caso.

– Robert Hoyzer admitiu em audiência no dia 9 de fevereiro que em diversas ocasiões ele manipulou resultados da Copa, da segunda divisão, e de ligas regionais em acordo com apostadores – disse a DFB em comunicado.