Equipe de Lula deve ser anunciada em bloco na semana que vem

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 8 de dezembro de 2002 as 00:03, por: cdb

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva afirmou hoje durante a reunião do Diretório Nacional do seu partido, o PT, que anunciará a sua equipe de governo de uma vez só, incluindo nessa lista o nome do futuro presidente do Banco Central.

Segundo o deputado eleito José Dirceu (PT-SP), Lula não citou nomes durante o encontro e também não fixou uma data para divulgação oficial da equipe.

No entanto, segundo Dirceu, os nomes deverão ser conhecidos somente no final da próxima semana, quando Lula retorna de sua viagem aos EUA.

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) reforçou a afirmação de Dirceu e disse que durante a reunião Lula “expressou o desejo” de anunciar todos os nomes no sábado, dia 14.

“O mais provável é que seja depois da viagem. Amanhã, além do jogo, nós teremos uma agenda muito intensa de contatos políticos”, disse Dirceu referindo-se em tom de brincadeira à primeira partida da final do Campeonato Brasileiro de Futebol entre Santos e Corinthians, que acontece amanhã no estádio do Morumbi. Dirceu e Lula são corinthianos.

Dirceu afirmou que o anúncio da equipe, no final da próxima semana, não irá impedir que o nome do novo presidente do Banco Central seja sabatinado pelo Senado antes do recesso parlamentar, que começa no dia 15 de dezembro.

O deputado federal José Genoino, que assumiu hoje a presidência do PT, lembrou que em anos anteriores o Congresso chegou a se reunir entre o Natal e o Ano Novo para discutir e aprovar questões importantes como o Orçamento do ano seguinte.

“Não é uma sangria desatada. Há tempo e boa vontade [por parte do Congresso Nacional] para que o nome possa ser sabatinado”, disse Genoino.

Genoino afirmou também que Lula não precisará submeter os nomes escolhidos para compor o governo ao Diretório Nacional do Partido, o que ajudará a manter o mistério e conter possíveis vazamento de informações.

Segundo ele, desde 1998 os prefeitos e os governadores do partido têm total autonomia para tratar questões de governo e isso também vale para o presidente eleito.

Fraga
Sobre a reunião desta manhã entre Lula e Armínio Fraga, atual presidente do Banco Central, Dirceu afirmou que o encontro serviu apenas para troca de informações.

Na última quinta-feira, os dois -Lula e Fraga- já haviam se encontrado no aeroporto de Brasília e conversaram sobre o mesmo assunto. Dirceu, que esteve presente no primeiro encontro, afirmou que o nome do novo presidente do Banco Central não foi alvo de discussão entre os dois.

Todos os integrantes do PT que estiveram hoje com Lula foram unânimes em negar que tenha havido recusa por parte das pessoas que foram sondadas para assumir a presidência do Banco Central ou qualquer outro cargo no futuro governo.

“Nessas horas, o que acontece é justamente o contrário. Tem muita gente para pouco cargo”, disse o senador eleito Aloizio Mercante, um dos principais economistas do PT.

Lula deve embarcar na segunda-feira para os EUA onde se reunirá com o presidente dos Estados Unidos, George W.Bush. Entre os temasda pauta,está a Alca (Área de Livre Comércio das Américas), que pretende integrar comercialmente os países da região.