Equipe da ONU em Bagdá aguarda decisão sobre futuro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 23 de setembro de 2003 as 11:03, por: cdb

Os funcionários da Organização das Nações Unidas (ONU) disseram nesta terça-feira estar aguardando uma decisão do secretário-geral Kofi Annan sobre o futuro das operações no Iraque, depois que um carro-bomba explodiu próximo ao prédio da entidade em Bagdá. O ataque de ontem, que matou um segurança iraquiano e o motorista do carro, foi o segundo contra a ONU em Bagdá em pouco mais de um mês. Em agosto, um carro-bomba matou 22 pessoas, incluindo o diplomata brasileiro Sérgio Vieira de Mello.

Segundo uma porta-voz da ONU em Bagdá, os funcionários receberam instruções de que não precisavam ir trabalhar, mas, mesmo assim, muitos apareceram. “Até que Annan tome uma decisão, podemos ficar em casa, mas muitos funcionários continuam trabalhando”, disse Khansa Hussein. “Ainda estamos esperando por uma decisão de Nova York. Nada foi decidido até agora.”

De acordo com ela, a segurança foi reforçada ainda mais. Muitos funcionários estrangeiros da ONU deixaram o Iraque depois do primeiro ataque, mas autoridades da organização afirmaram que estavam no país mais de 3 mil empregados, tanto iraquianos como estrangeiros.