Enfim, a classificação…

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 15 de novembro de 2001 as 02:44, por: cdb

A Seleção Brasileira carimbou o passaporte para a Copa do Mundo após vencer a Venezuela por 3 a 0, no Estádio Castelão, em São Luiz, no Maranhão. E de quebra ficou com a terceira colocação das Eliminatórias Sul-Americanas, atrás da Argentina, líder, e do Equador. O Paraguai terminou em quarto lugar após ser goleado pela Colômbia por 4 a 0.
O Brasil entrou em campo com dois zagueiros (Lúcio e Roque Júnior), dois volantes (Emerson e Edmílson), com Juninho Paulista e Rivaldo no meio e com Luizão e Edílson no ataque. Uma escalação mais ofensiva do que de costume.
O jogo começou movimentado e logo aos 12 minutos o Brasil abriu o placar. Edílson se embolou com um zagueiro venezuelano e a bola sobrou para Luizão, que driblou Dudamel e fez.
Aos 19 minutos, Edílson faz belíssima jogada no meio-de-campo e toca para Luizão, que chuta desequilibrado no canto esquerdo do goleiro e faz seu segundo gol na partida.
O capetinha estava inspirado e aos 35 minutos passou por três marcadores, mas se embolou com um zagueiro na área e Rivaldo aproveitou a sobra, se livrou de dois marcadores e fez o terceiro gol brasileiro. E os 50 mil torcedores presentes já começavam a gritar olé!
E mal começou o segundo tempo, a Seleção da Venezuela ficou com um a menos em campo. O capitão Luiz Vera deu uma cotovelada em Juninho e foi expulso pelo árbitro argentino Daniel Giménez.
Mas a Seleção Brasileira não aproveitou a vantagem de um homem a mais e desperdiçou muitas chances de gol. E já que o Brasil perdia muitos gols e a Venezuela não oferecia perigo, Felipão resolveu fazer suas substituições. Primeiro colocou Denílson no lugar de Luizão, depois Ronaldinho Gaúcho no lugar de Juninho e Marcelinho Paraíba no lugar de Edílson.
As substituições valeram para melhorar a técnica em campo e os jogadores mostraram muita habilidade. Denílson driblava todo mundo e apanhou muito por isso, Marcelinho Paraíba deu uma “caneta” no goleiro venezuelano e cruzou para a área, mas não tinha ninguém na área para receber o cruzamento, e Ronaldinho Gaúcho também passou com a bola entre as pernas de um venezuelano no meio de campo e deu um elástico na linha de fundo.
Mas o placar permaneceu da mesma forma como terminou o primeiro tempo e o Brasil assegurou a vaga para a próxima Copa do Mundo de 2002, que será realizada no Japão e Coréia do Sul.
As vagas para a Copa do Mundo já estão quase todas preenchidas e até agora 30 países já garantiram a participação. São eles: França, Japão, Coréia do Sul, Polônia, Suécia, Espanha, Rússia, Inglaterra, Croácia, Portugal, Dinarmarca, Itália, Turquia, Bélgica, Eslovênia, Alemanha, Argentina, Equador, Brasil, Paraguai, Camarões, Nigéria, Senegal, Tunísia, África do Sul, Estados Unidos, México, Costa Rica, China e Arábia Saudita.
O Uruguai vai disputar a repescagem em dois jogos contra a Austrália. Já a Irlanda jogará o segundo jogo da repescagem contra o Irã. O primeiro jogo terminou em 2 a 0 para a Irlanda. Se o Irã vencer se classifica.