Encontro de Lula com Durão dá fôlego para negociar acordo Mercosul-CE

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 29 de janeiro de 2005 as 13:04, por: cdb

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, disse neste sábado que o encontro desta sexta-feira (28) entre os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Durão Barroso, da Comunidade Européia (CE), foi um dos mais importantes para o governo brasileiro em Davos.

– Foi importante porque deu fôlego para a continuidade das negociações em torno do acordo comercial entre o Mercosul e a CE. – disse Palocci em entrevista à Radiobrás.

O ministro José Dirceu, chefe da Casa Civil, informou que esse acordo deve ser concluído antes do término da rodada de Doha (negociação comercial global que envolve os 148 países membros da Organização Mundial do Comércio) em 2006.

Palocci apontou também como importante o encontro entre representantes do governo brasileiro e investidores estrangeiros na manhã deste sábado. Segundo ele, a reunião vai abrir espaço para novos investimentos no país. O governo acredita que a área mais beneficiada será a de infra-estrutura em função do projeto das Parcerias Público-Privadas (PPPs) aprovado recentemente.

O presidente Lula, acompanhado de sua comitiva, segue de helicóptero daqui a pouco para Zurique, de onde embarca para Brasília neste sábado.

O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, permanece em Davos, onde vai participar de reunião com representantes da OMC para discutir o futuro da organização. Domingo, Amorim toma café da manhã com integrantes da OMC e depois reúne-se com o representante comercial dos Estados Unidos, Robert Zoelick. Um dos assuntos do encontro é o acordo comercial entre o Brasil e a Área de Livre Comércio das Américas (Alca).