Empresas que oferecem dinheiro online passam por dificuldades financeiras

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 10 de agosto de 2001 as 12:12, por: cdb

A Flooz.com, uma companhia da Internet que oferecia dinheiro online, usado por dezenas de sites em torno do mundo, fechou ontem o seu web site e suas atividades estão encerradas, conforme anunciaram ontem os executivos da companhia.

A empresa, baseada em SiliconAlley, Manhattan (NY), parou de aceitar este dinheiro virtual como forma de pagamento, deixando muitos clientes a ver navios, com seus créditos online.

Oficialmente, os empresários preferem não comentar sobre planos futuros ou sobre o destino do site, que veiculava mensagens, ontem, como “estamos atualmente impedidos de processar sua transação. Volte a nos contactar no futuro. Nós sentimos muito por este inconveniente”.

Alguns dos sites que trabalhavam com esta forma de pagamento eram o barnesandnoble.com, o Outpost e o Tower Records

Caronyn Brown, porta-voz da baresandnoble.com, disse que sua empresa foi avisada para remover o link com o Flooz e os diretores disseram que em breve iriam resolver seus problemas. “A Flooz está passando por dificuldades, e no melhor interesse de nossos clientes, preferimos retirar o link de nosso site”, afirmou Brown.

A Flooz, no entanto, não é a única empresa de dinheiro online que está passando por problemas financeiros, segundo a opinião de alguns analistas. Eeenz.com e eCash também tem lutado para atrair consumidores e comerciantes, que têm tido muito receio de fazer negócios com este tipo de serviço. Há alguns meses, tanto a Beenz quanto a Flooz haviam mudado seus esforços para o mercado de consumidores individuais.

– Este é um produto que agrada os consumidores e tem boas perspectivas tecnológicas – disse Rob Leathern, um analista de comércio da Jupitar Media Metrix, uma companhia de pesquisa na Internet, com base em Nova Iorque. – Mas existe uma coisa melhor que é o pagamento a vista, o que se pode usar quase sempre.

E ele completa: “Na perspectiva dos comerciantes, eles teriam que implementar seus sistemas para aceitar este tipo de pagamento, o que não significa deixar de temer por seus resultados”.

A Flooz ficou conhecida após a veiculação de uma campanha publicitária de R$ 8 milhões, estrelada por Whoopi Goldberg.