Empresários conhecem obras do Portal da Amazônia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 26 de março de 2012 as 12:33, por: cdb

Luciana Benício/Fotos: Oswaldo Forte

Representantes da Federação das Indústrias do Pará (FIEPA), Associação Comercial do Pará (ACP) e Federação do Comércio conheceram na manhã desta segunda-feira, 26, as obras do Portal da Amazônia. Em um ônibus, acompanhados do Prefeito de Belém, Duciomar Costa, os empresários visualizaram as obras do trecho da Rua dos Caripunas com a Bernardo Sayão onde serão 300m de extensão de galeria, 285m já está em finalização. 

No local já foram feitos os serviços de macrodrenagem completa, aterros de quintas, substituição da rede de esgoto, construção da galeria de concreto armado e pré-moldado, faltando apenas a finalização da galeria que vai interligar a Bernardo Sayão com a Caripunas.

Sebastião Gonçalves, representante da Fiepa, avaliou a visita. “Hoje tivemos a oportunidade de conhecer a obra em sua totalidade e os benefícios que ela trará a toda população de Belém e do Estado, já que abre um leque de opção turística. O trabalho de saneamento também trará muita qualidade de vida para a população”, disse.

O Prefeito de Belém, Duciomar, também falou sobre a visita. “Essa é a apenas a primeira de muitas visitas que faremos porque toda sociedade tem o direito de conhecer esse empreendimento. O Portal da Amazônia não é só uma obra de beneficio turístico mais de saneamento, urbanismo, habitação que irá beneficiar toda população de Belém”, explicou.

O Portal da Amazônia – O Portal da Amazônia está inserido no grande Projeto de Macrodrenagem da Bacia da Estrada Nova, que irá beneficiar mais de 200 mil pessoas. É composto por dois grandes projetos: a macrodrenagem da Estrada Nova e a Orla de Belém. Com a conclusão das obras Belém ganhará uma orla com mais de seis quilômetros de extensão que será fundamental para o desenvolvimento do turismo na cidade, gerando emprego e renda. O trecho da orla da Estrada Nova terá um percurso de seis mil metros, entre o Mangal das Garças e a Universidade Federal do Pará.