Em Brasília, grupo protesta contra impeachment de Lugo em frente à Embaixada do Paraguai

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 23 de junho de 2012 as 14:33, por: cdb

Amanda Cieglinski
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Cerca de 70 pessoas, segundo a Agência Brasil apurou, reuniram-se hoje (23) em frente à Embaixada do Paraguai para protestar contra o impeachment aprovado ontem (22) pelo Senado do país que tirou do poder o então presidente Fernando Lugo. Os manifestantes, a maioria ligada a movimentos sociais do campo e partidos políticos brasileiros, defenderam que o processo ameaça a democracia na América Latina.

O protesto foi organizado pelas redes sociais da internet. Yuri Soares, membro da Juventude do PT, foi um dos que participaram da mobilização. “Nosso objetivo é apoiar a população que está nas ruas do Paraguai contrária ao golpe. Não podemos aceitar um golpe em nenhum país da região porque tradicionalmente quem realiza esse golpe está bem articulado com outros países. Defender a democracia do Paraguai é defender toda a democracia da América Latina”, disse.

Dentro da embaixada, que aparentemente estava vazia, não houve nenhuma movimentação em resposta ao protestos. Os manifestantes colocaram bandeiras de movimentos sociais nas grades do portão que protege o prédio.

“É necessário que organismos internacionais e o Brasil pressionem para que no mínimo a população tenha direito de ir às ruas sem sofrer repressão da polícia e consiga reverter o impeachment”, defendeu Soares.

Edição: Juliana Andrade