Em 2006 o Brasil terá forte crescimento, diz Palocci

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 23 de dezembro de 2005 as 14:10, por: cdb

O grande esforço realizado em 2003, um ano de restrições, está sendo compensado nos processos seguintes. Chegou-se a 1,5 milhão de empregos em 2004 e ao crescimento de 5% do PIB – Produto Interno Bruto. Disse o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, em entrevista. Ele também afirmou que as condições estão dadas para um forte crescimento do país no ano que vem:

– Nós vamos crescer fortemente em 2006. (O quadro) é muito parecido com o cenário de transição de 2003 para 2004, com alguns indicadores melhores.

Em 2004, a economia brasileira cresceu 4,9%. Para Palocci, é importante perceber a evolução da economia brasileira nos últimos anos, principalmente no controle da inflação, que se reflete “no bolso do trabalhador”.

– Colher uma inflação de 4,5% no próximo ano e de 5,5% neste ano é um fruto que não é teórico… é um ganho que vai para o bolso do trabalhador – afirmou. O ministro citou ainda, ao lado do controle da inflação, o cenário externo favorável, a melhora do risco-país, a renda real crescente e a disponibilidade de crédito como elementos para justificar o otimismo.