Eleições terão esquema especial para não faltar energia elétrica

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 2 de outubro de 2002 as 00:14, por: cdb

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) encaminhou ofício ao Operador Nacional do Sistema (ONS) e às 64 concessionárias de distribuição do país, nesta terça-feira, solicitando a adoção de cuidados especiais para garantir a normalidade no fornecimento de energia elétrica durante as eleições do próximo domingo, assim como no período de apuração.

A mesma precaução deverá ser adotada no dia 27, onde houver segundo turno.

A agência, por sua vez, manterá um plantão de sua Ouvidoria, que terá canais específicos de contato com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e os tribunais regionais eleitorais, a fim de resolver quaisquer dificuldades.

As 13 agências estaduais conveniadas com a Aneel também terão plantões para atender a Justiça Eleitoral em seus estados.

As medidas adotadas foram comunicadas ao presidente do TSE. O objetivo é propiciar uma estrutura especial de apoio ao pleito e, assim, contribuir com o sucesso do processo eleitoral.

Em seu ofício, a Aneel recomenda que as empresas reforcem a manutenção preventiva nas regiões das zonas e seções eleitorais.

As concessionárias deverão manter um canal permanente de comunicação com os Tribunais Regionais Eleitorais para tratar de assuntos relacionados ao abastecimento de energia nas localidades de votação e, também, reforçar sua estrutura de atendimento para atuar com mais agilidade, caso seja necessário.

As concessionárias deverão informar a Aneel, até a próxima quinta-feira, as providências que adotarão para atender às solicitações da Agência.