Eleição no Iraque pode piorar divisões étnico-religiosas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 28 de janeiro de 2005 as 04:33, por: cdb

O presidente dos EUA, George W. Bush, costuma exaltar a primeira eleição no Iraque após a guerra de 2003 como “Um grande momento na História do Iraque”, mas o processo democrático corre o risco de aprofundar as grandes divisões no país e levá-lo até mesmo a uma guerra civil.

O pleito de domingo, em que os iraquianos deverão escolher os membros de uma assembléia nacional, é vital nos planos dos EUA de transformar o Iraque de uma ditadura em uma democracia, 22 meses após uma invasão que destituiu Saddam Hussein.

A eleição está inserida em um vácuo de segurança, com as forças do Estado iraquiano incapazes de combater o crime mesmo em áreas relativamente não afetadas pela violência anti-EUA, comentou Toby Dodge, especialista em Iraque da Universidade de Londres.