Educação lança ‘Calendário de Poesias’ nas escolas da cidade

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de fevereiro de 2012 as 15:59, por: cdb

Os cerca de 30 mil alunos da rede municipal de Jundiaí contam com um estímulo a mais para desenvolver o gosto pela poesia. Calendários com versos dos principais poetas brasileiros foram instalados nas salas de aulas de todas as instituições de ensino municipal, assim como nas classes da EMEB Isabel Christina de Olivera, onde ocorreu o evento de apresentação do projeto nessa terça-feira (28).

A aluna mostrou as poesias contidas no Calendário

Segundo os responsáveis pela iniciativa, os estudantes do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental do município são os primeiros do país a contar com os textos de poetas do cânone da Língua Portuguesa, em todas as salas de aula. No evento de apresentação do projeto, as crianças recitaram poesias, já demonstrando interesse pelo gênero textual.

“As crianças de Jundiaí terão, a partir de agora, contato direto, em suas salas de aula, com poemas de grandes poetas da Língua Portuguesa, como Fernando Pessoa, Olavo Bilac, Vinicius de Moraes, Mário Quintana, Henriqueta Lisboa e José Paulo Paes. Com isso, aprimora-se o processo de alfabetização, uma vez que a poesia é essencial na formação de um leitor de qualidade”, explica o prefeito Miguel Haddad.

O calendário tem nove folhas, uma para cada mês do ano letivo, e apresenta também informações biográficas acerca dos autores. O projeto foi elaborado a partir de uma extensa pesquisa sobre o texto poético para o público infantil, com o propósito de tornar a leitura dos poemas uma atividade prazerosa.

O prefeito conversou com as crianças da EMEB Isabel Christina sobre o novo projeto

De acordo com o secretário de Educação, Francisco Carbonari, a relevância do projeto se explica em virtude de o texto poético figurar no alto da categorização da habilidade de leitura, segundo o Programa Internacional de Avaliação Estudantes (PISA), realizado a cada dois anos pela Organização econômica para Cooperação e Desenvolvimento (OCDE). “Com o calendário, que passa a compor o material da sala de aula, Jundiaí dá um passo importante para uma alfabetização com qualidade”, explica o secretário.

Carlos Figueiredo, da Companhia de Poesia, que realiza projetos como Poesia no Metrô, entre outros, revela que o projeto tem metas ambiciosas. “Nossa intenção é levar o calendário para todas as escolas do Brasil, de forma a permitir que as escolas brasileiras sigam a iniciativa pioneira de Jundiaí e consiga avançar em suas habilidades de leitura.”

Também estiveram presentes no evento de apresentação do projeto a diretora de Ensino Fundamental, Vasti Ferrari Marques, o diretor da EMEB Isabel Cristina, Metelo de Almeida, o secretário de Comunicação, Carmelo Paoletti, professores e pais de alunos.

Segundo Vasti, os professores poderão escolher na sala de aula a melhor alternativa para desenvolver o projeto, com a oportunidade de adequá-lo conforme o segmento educacional, já que a iniciativa abrange desde as creches ao Ensino Fundamental. As poesias contidas no calendário também estarão impressas em um folder a ser fixado na agenda dos alunos.

Fotos: Murilo Borçal

Comments are closed.