Edmundo não volta para o Vasco

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 14 de março de 2003 as 16:48, por: cdb

Diferente do que afirmara seu advogado, Luís Roberto Leven Siano, o atacante Edmundo rechaçou a possibilidade de retirar a ação trabalhista que move contra o Vasco, na qual pede R$ 14 milhões por nove meses de salários atrasados, FGTS, férias e 13º salário.

Atualmente no Urawa Reds, do Japão, o Animal aumentou sua distância do clube de São Januário ao afirmar, em entrevista ao Diário de São Paulo, nesta sexta-feira, que não confia mais no presidente Eurico Miranda.

“Não tenho mais nenhuma confiança no presidente do Vasco. Ele disse que as portas do clube estão abertas para mim, desde que eu retire o processo judicial contra o clube, só que isso é praticamente impossível”, afirmou Edmundo, que seguiu com o discurso.

“Eu poderia até abrir mão do Fundo de Garantia e do 13º, mas faço questão de receber os nove meses de salários atrasados. Como ficou dívida para trás, não posso fazer outra para frente”, completou.

Edmundo também manifestou o desejo de voltar a atuar no Palmeiras, clube onde conquistou o bicampeonato brasileiro e o bi paulista, todos em 1993/94. De acordo com o jogador, o presidente da principal facção de torcida do Verdão teria pedido que ele retornasse e ajudasse a equipe a retornar à elite do futebol brasileiro.