É preso por fraude um dos homens mais ricos da China

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 4 de junho de 2003 as 01:42, por: cdb

Zhou Zhengyi, um dos homens mais ricos da China, foi detido por subornar funcionários do Banco da China (banco central) para obter empréstimos fraudulentos, informou nesta, quarta-feira, a imprensa local.

Classificado pela revista econômica Forbes como o 11º homem mais rico do país, com uma fortuna calculada em 320 milhões de dólares em 2002, Zhou está envolvido em uma fraude de empréstimos que chegam a 256 milhões de dólares, afirmou a imprensa.

No fim de semana passado, a esposa de Zhou, presidente da “Shanghai Merchant Holdings Ltda”, companhia controlada por seu marido, foi detida junto a outras 21 pessoas em Hong Kong, cidade próxima a Shanghai, onde o casal tem seus principais negócios.

Sai-wing, subdiretor-geral do Banco da China em Hong Kong até o mês passado, se encontra entre os detidos e está sendo investigado em relação ao caso.

Por outra parte, um porta-voz do governo de Shanghai confirmou que outra companhia de Zhou, a “Nongkai Development Group”, estava sendo investigada porque foram encontrados problemas em suas operações financeiras.

Em Shanghai, além disso, 2.000 pessoas acusaram a uma empresa de Zhou de fraude em uma transação de terras.

Zhou Zhengyi é o último multimilionário de uma longa lista envolvido em uma fraude de grandes proporções. Yang Bin, um chinês-holandês catalogado também por Forbes como o segundo homem mais rico do gigante asiático, foi detido o ano passado por suborno, fraude e apropriação ilegal de terrenos.