Dunga avalia que Copa América será difícil para o Brasil

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 15 de fevereiro de 2007 as 12:07, por: cdb

O caminho da seleção brasileira na primeira fase da Copa América será complicado, avaliou o técnico Dunga, nesta quinta-feira, depois de assistir pela TV ao sorteio que colocou México, Chile e Equador no Grupo B ao lado do Brasil.

– O grupo do Brasil é complicado e certamente vai nos trazer dificuldades. Mas essa é uma característica da competição, que sempre é muito disputada – disse Dunga, campeão da Copa América como jogador em 1989 e 1997, segundo o site da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

A estréia do Brasil será em 27 de julho, contra o México, na cidade de Puerto Ordaz. No último encontro, o México ganhou do Brasil por 1 x 0. Junto com o Equador, as duas seleções chegaram às oitavas-de-final da Copa da Alemanha, em 2006.

– O México tem levado vantagem nos últimos jogos e o Equador melhorou demais. São duas seleções que vêm crescendo muito de produção – completou ele.

A segunda partida será contra o Chile em 1 de julho em Maturín e a equipe fecha a primeira fase contra o Equador, três dias depois, em Puerto La Cruz. O Chile parece ter recuperado sua forma, com uma nova geração de jogadores.

– Toda seleção quando enfrenta o Brasil se aplica mais, joga com determinação. E o Chile não deve por isso mesmo ser apontado como o adversário mais fraco, como alguns podem pensar. Todos os adversários serão difíceis – finalizou o treinador brasileiro.

O Grupo A é formado por Venezuela, Uruguai, Peru e Bolívia, e o Grupo B tem Argentina, Paraguai, Colômbia e Estados Unidos. Os dois primeiros colocados de cada grupo passam para as quartas-de-final, além dos dois melhores terceiros.