Doping afasta nadadora por dois anos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 12 de março de 2007 as 12:23, por: cdb

A nadadora Renata Burgos, da Unaerp de Ribeirão Preto/SP, está suspensa por conter em sua urina metabólitos de estanozolol, que é um esteróide anabolizante sintético derivado da testosterona, substância proibida pela Federação Internacional de Natação (Fina).

A velocista, 25 anos, ficará dois anos fora de qualquer competição oficial, contando a partir da data da prova em que a atleta se submeteu ao exame . Desta forma, ele é ausência certa no Pan.

No dia 15 de dezembro de 2006, Renata venceu os 50m livre do Brasileiro de natação, e cravou o melhor tempo da carreira: 25s56.

Ela deixou Flavia Delaroli e Rebeca Gusmão, para trás (ambas com 25s62). Até então, a melhor marca feita por Burgos era 25s76, 20 centésimos a mais, batida em 2004, na preparação para os Jogos Olímpicos de Atenas.

A CBDA fez os controles de doping de acordo com a Fina e a WADA (Agência Mundial de Anti-Doping).