Dólar opera em alta

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 18 de junho de 2003 as 10:49, por: cdb

O dólar comercial opera nesta quarta-feira em alta expressiva perante o fechamento de terça-feira. No início do pregão, a moeda era cotada a R$ 2,8830 para a compra e a R$ 2,8930 para a venda, avanço de 0,94%. De acordo com operadores, agentes devem antecipar operações para o feriado de Corpus Christi que vai encurtar a semana de muitos investidores.

No término dos negócios desta terça-feira, o dólar comercial registrava queda de 0,31% e era trocado de mãos a R$ 2,8610 na compra e a R$ 2,8660 na venda. Durante a manhã volátil, a divisa operou entre a máxima de R$ 2,8950 à mínima de R$ 2,8540.

As apostas de corte da Selic podem ganhar impulso no último dia da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom). A segunda prévia do IGP-M mostrou redução dos preços acima do esperado pelo mercado. (Já) O IPC da Fipe, divulgado nesta manhã, (também) veio dentro da expectativa pelo mercado.

O último dia da reunião de junho do Copom deve ser marcado pelo ânimo dos investidores com a inflação. Após o fechamento do mercado, a segunda medição de junho do IGP-M mostrou deflação de 0,66%. O número veio bem abaixo do esperado pelo mercado: as apostas giravam entre deflação entre 0,20% e 0,40%.

Já nesta quarta-feira, a Fipe divulgou o novo IPC da cidade de São Paulo. O indicador confirmou a tendência vista no IGP-M e apurou inflação de 0,23%. A expectativa dos analistas era de que o indicador registrasse inflação entre 0,20% e 0,30% no período.

Os dois indicadores devem influenciar as últimas apostas para o rumo dos juros básicos da economia. Nos negócios, analistas projetam uma manhã de poucos negócios à espera do Copom. Para o segmento acionário, especificamente, há o vencimento do índice futuro da bolsa paulista.