Dois restaurantes da UnB são interditados

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 28 de novembro de 2012 as 06:39, por: cdb

A direção do Restaurante Universitário (RU) decidiu interditar dois dos seis refeitórios do prédio para resolver problemas de infiltração provocados pelo vazamento de uma das câmaras de conservação de alimentos.
Localizados no terceiro andar do RU, os refeitórios abrigam aproximadamente 360 lugares e foram fechados na manhã do último dia 22 para evitar problemas aos usuários. “A água gerada pelo refrigerador está se infiltrando nos refeitórios e causando mau cheiro”, explica Cristiane Costa, diretora do RU. Os outros quatro refeitórios continuam funcionando normalmente para café, almoço e jantar.

O problema nos refeitórios do terceiro andar também foi identificado pela Vigilância Sanitária em vistoria realizada após a interdição, motivada por uma reclamação. Luis Magno de Oliveira, técnico de Auditoria de Atividades Urbanas, que assina o laudo, estabelece prazo de 30 dias para correção do vazamento e verificação de outras possíveis causas do mau cheiro. “Quando a Vigilância Sanitária chegou, já tínhamos identificado o problema e decidido interditar. Agora a Administração trabalhará para realizar o conserto no prazo estipulado”, afirmou Cristiane.

Além da infiltração, a Vigilância Sanitária apontou a necessidade de, no mesmo prazo, eliminar abrigos para pombos e providenciar tampas para contêineres de lixo localizados na área externa do RU. Os abrigos se encontram, especialmente, sobre as copas de lavagem do terceiro andar e nas estruturas ao lado da passarela que une o elevador à cozinha. “Para eliminar os abrigos para pombos será necessário vedar janelas do primeiro andar”, explicou Denise Bomtempo, decana de Assuntos Comunitários.

O prefeito Marco Aurélio de Oliveira afirma que está levantando os custos para execução do serviço e a obra deve durar sete dias. “Será uma obra rápida”, assegurou. “Tivemos hoje reunião com o reitor, que afirmou que assegurará os recursos para resolver o problema”, acrescentou Denise Bomtempo. Segundo ela, os serviços serão executados nos finais de semana para não interferir na oferta das refeições. De acordo com Cristiane Costa, quase 6 mil pessoas utilizam diariamente o RU, mais da metade no horário de almoço.

 

..