Dirigente do Sporting critica Felipão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 20 de novembro de 2002 as 23:27, por: cdb

O presidente do Sporting, Antônio Dias da Cunha, criticou nesta quarta-feira a intenção da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) de contratar o técnico brasileiro Luiz Felipe Scolari para dirigir a seleção de Portugal na Eurocopa de 2004.

“O que é que o senhor Scolari conhece do futebol português? Ainda se fosse o senhor Boloni (Laszlo Boloni, técnico do Sporting), que conhece todos os jogadores de todas as equipas do campeonato”, disse Dias da Cunha ao jornal português “A Bola”.

O dirigente também criticou a exigência de Gilberto Madaíl, presidente da FPF, de contratar um treinador estrangeiro para dirigir Portugal após o fracasso do país na última Copa do Mundo.

“O problema do técnico não é um problema de nacionalidade, é de competência. Não se discrimina ninguém pela nacionalidade. Aliás, o Sporting é disso um exemplo: tem um treinador extraordinário. Por isso digo que a nacionalidade não deve ser critério, mas sim a competência”, afirmou Dias da Cunha, desafeto declarado de Madaíl.

Portugal está sem técnico desde a eliminação na primeira fase da Copa. Na semana passada, Scolari apresentou uma proposta de trabalho a Madaíl. O presidente da FPF prometeu analisar a proposta e responder ao ex-técnico da seleção brasileira até o final do mês.