Diretoria do Flamengo acredita em complô

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 25 de outubro de 2002 as 00:30, por: cdb

Sem soluções dentro de campo para os seguidos maus resultados no Campeonato Brasileiro, a diretoria do Flamengo vai agir nos bastidores para reduzir a possibilidade de o time ser rebaixado para a segunda divisão – hoje, com 22 pontos, as chances são de 41%.

De acordo com comunicado oficial da diretoria rubro-negra, o clube suspeita de uma “orquestração dirigida contra o Flamengo”. Por determinação do presidente Helio Paulo Ferraz, o vice-jurídico Michel Assef vai solicitar à TV Globo imagens do jogo contra o Figueirense.

Assef alega que houve um prejuízo flagrante no resultado da partida – o Rubro-negro foi derrotado por 2 x 1 – e afirma que serão tomadas as providências judiciais cabíveis.

A reclamação do Flamengo é sobre o pênalti a favor do time catarinense marcado pelo árbitro Edílson Pereira de Carvalho: o volante André Gomes puxou o atacante Selmir, que caiu na área. O técnico Evaristo de Macedo e os cartolas rubro-negros alegam que a falta aconteceu fora da grande área.