Dirceu diz que governo vai assumir projeto de desenvolvimento nacional

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 14 de junho de 2003 as 15:53, por: cdb

O ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, disse neste sábado, em Cruzeiro do Oeste, no Paraná, que o governo assumirá um projeto de desenvolvimento nacional, onde a figura de maior destaque é o Estado. Explicou que não se pretende “reestatizar” o País e teceu algumas críticas ao programa de privatizações do governo anterior, principalmente no setor energético.

O ministro fez palestra para integrantes do Partido dos Trabalhadores do Paraná e lembrou que viveu clandestinamente em Cruzeiro do Oeste, entre 1975 e 1979, durante o regime militar. Acompanhado de diversas autoridades, entre elas o governador Roberto Requião, Dirceu anunciou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva reorganizará os setores de telecomunicações, de energia e as privatizações das rodovias. Todos os contratos herdados, de acordo com o ministro, serão reorganizados.

Um dos objetivos da visita à cidade é promover o ingresso do seu filho de 25 anos, José Carlos Becker, o Zeca, na política local, como liderança regional do partido.

Em sua crítica às privatizações do governo anterior, Dirceu ressaltou que cabe agora a Lula reorganizar o setor de telecomunicações, de energia e mesmo as privatizações das rodovias.

– São contratos herdados que teremos de reorganizar. Acabou a fase da privatização. Não se privatiza mais no Brasil. Não vamos reestatizar, mas o projeto de desenvolvimento nacional vai funcionar – disse o ministro, acrescentando que diversos colegas de ministério firmarão um protocolo com os servidores públicos.

Uma das idéias é valorizar o funcionalismo. Ele citou como exemplo o fato de o governo federal não pretender mais depender de consultorias externas para seus projetos.