Dirceu: ‘A queda dos juros, quando vier, será para valer’

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 9 de junho de 2003 as 22:35, por: cdb

O ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, garantiu nesta segunda-feira, no Rio, que o governo tem absoluta consciência de que o Brasil tem, não só todas as condições para a retomada do crescimento econômico, como também tem pressa.

– Mas nós também temos absoluta consciência do que estamos fazendo: quando os juros começarem a baixar será para valer. Nós temos absoluta segurança do que estamos fazendo e sabemos que não podemos ter mais oscilações cambiais de juros e bolhas de crescimentos.

– Por isto, o Brasil precisa fazer as reformas e as mudanças necessárias para ter um crescimento auto-sustentável de médio prazo. Não é mais possível nós iludirmos e enganarmos o país com medidas de curto prazo. E que depois se demonstram totalmente falaciosas – afirmou.

Para o ministro da Casa Civil, “felizmente” a sociedade está compreendendo o momento e a realidade que o país está vivendo.

– E as pesquisas demonstram isso: que há um amplo apoio de todos os setores sociais, uma compreensão de que nós precisamos de um tempo para essa transição – observou.

Dirceu foi enfático ao garantir que o governo está fazendo a sua parte.

– E a velocidade com que o Congresso Nacional vem aprovando as reformas, que serão discutidas, debatidas e repactuadas no Congresso é uma demonstração de mudança o país que está também no Congresso Nacional – completou.