Dilma segue uma excelente rota

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 23 de março de 2011 as 10:35, por: cdb

Dilma Roussef Excelente, “um acerto de mão cheia” como se diz na gíria, o roteiro das viagens internacionais da presidenta Dilma Rousseff, divulgado pelo chanceler Antonio Patriota. Após ter escolhido um país latino-americano, a Argentina, para sua primeira visita oficial ao exterior, a presidenta segue agora, dias 29 e 30 próximos para Portugal e, ainda na 1ª quinzena de abril, para a China.

Eu acho que, mais que tudo, o roteiro de viagens de nossa presidenta revela que há continuidade na política externa adotada nos últimos 9 anos. Prova disto, por mais que a oposição e a mídia, porque interessa a ambas disseminar clima de atrito entre os dois, se esforcem para espalhar dissensões e ver “guinadas” na política externa que ela segue em relação à do presidente Lula.

A viagem à bela terra de Fernando Pessoa, nos próximos dias 29 e 30, já está provocando inquietações na turma do contra. Tudo porque a chefe do governo irá acompanhada pelo ex-presidente Lula, a quem vai prestigiar nos atos de entrega ao antecessor do Prêmio Norte-Sul, do Conselho da Europa e do título de doutor honoris causa da Universidade de Coimbra (leiam “Oposição nega e Lula ganha aprovação externas”).

Em Portugal e na China, com presidentes e primeiro-ministros

Já sobre o encontro com o presidente de Portugal, Aníbal Cavaco Silva, e com o primeiro-ministro, José Sócrates, em Lisboa, exatamente para estreitar ainda mais as relações diplomáticas,  comerciais e políticas entre os dois países, mídia e oposição não falam nada…Mas, enfim, o que esperar de analistas mais empenhados e preocupados em disseminar diferenças entre os presidentes Lula e Dilma?

Após esta viagem a Portugal, a presidenta Dilma seguirá em abril (entre 12 e 15) para a China, visitas a capital, Pequim, e às cidades de Sanya e Boal. A visita, segundo o Planalto, tratará de assuntos econômicos, embora a agenda inclua reuniões com o presidente chinês, Hu Jintao, e com o 1º ministro Wen Jiabao.

Vale destacar também, que durante a estada na China, a presidenta participará de um fórum entre países asiáticos e de uma reunião dos BRICs, grupo formado por Brasil, Rússia, Índia e China e que, a partir do mês que vem, passará a incluir, também, a África do Sul.

É ou não é excelente um roteiro que envolve a Argentina, nossa vizinha e aliada na integração continental, Portugal, com quem temos laços históricos, e a China, ao mesmo tempo uma das nossas maiores parceiras comerciais e competidoras no comércio?

 

Foto: Alejandro Amdantelam/ ABr