Dilma diz que Brasil e Índia serão chamados a desempenhar papel central na agenda internacional

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 28 de março de 2012 as 05:11, por: cdb

Karla Wathier e Renata Giraldi
Repórteres da EBC

Nova Delhi (Índia) e Brasília – Ao ser homenageada hoje (28) com o título de doutora honoris causa pela Universidade de Nova Delhi, na Índia, a presidenta Dilma Rousseff disse ter a “certeza” de que indianos e brasileiros serão “chamados” a colaborar nos esforços internacionais para conter a crise econômica e buscar soluções para o tema. Segundo ela, Brasil e Índia têm vários aspectos em comum – dos desafios às conquistas.

“Tenho certeza que Brasil e Índia serão chamados a desempenhar cada vez mais um papel central na agenda internacional”, ressaltou a presidenta, lembrando que serão considerados os pesos das economias de ambos os países e as conquistas feitas nos últimos anos. “[Esse conjunto] reforça a credibilidade [no contexto internacional].”

A presidenta chegou ontem (27) à Índia, onde fica até o dia 31. Ela participa da 4ª Cúpula do Brics – bloco formado pelo Brasil, a Rússia, Índia, China e África do Sul. Nas reuniões estarão presentes, além de Dilma, o primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, e os presidentes Jacob Zuma (África do Sul), Hu Jintao (China), e Dmitri Medvedev (Rússia).

No discurso, Dilma destacou que a Índia e o Brasil têm vários aspectos comuns. Segundo ela, os dois países avançaram nos aspectos econômico e social, mas ainda têm pela frente os desafios de elevar a qualidade de vida da população e combater a pobreza.

O Ministério das Relações Exteriores informou que o intercâmbio comercial entre o Brasil e a Índia aumentou quase dez vezes nos últimos nove anos. O intercâmbio evoluiu de US$ 1 bilhão, em 2003, para US$ 9,28 bilhões em 2011.

O volume do comércio bilateral entre indianos e brasileiros cresceu 20% em comparação com 2010. A Índia passou ocupar a 11ª colocação entre os principais parceiros comerciais do Brasil.

Na comitiva presidencial estão ministros e 110 empresários. A presidenta participará ainda da Conferência Empresarial Brasil–Índia: Nova Fronteira para Oportunidades de Negócios, organizada por autoridades e oelo setor privado dos dois países.

Edição: Graça Adjuto