Dilma dará continuidade à política de integração do Mercosul, acredita chanceler argentino

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 30 de dezembro de 2010 as 09:35, por: cdb

>
30/12/2010Dilma dará continuidade à política de integração do Mercosul, acredita chanceler argentino

Da Agência Telam

Brasília – O ministro das Relações Exteriores da Argentina, Héctor Timerman, está confiante na política externa que será adotada pela presidenta eleita, Dilma Rousseff. O chanceler argentino afirmou que Dilma dará “continuidade ao processo de integração”, principalmente entre os países do Mercosul. Timerman representará a presidenta da Argentina, Cristina Kirchner, nas cerimônias de posse de Dilma no dia 1º, em Brasília.

“Dilma [Rousseff], o que vemos é a continuidade do processo de integração que estamos fazendo nos países do Mercosul”, disse o chanceler. “[Minhas expectativas] são muito boas porque [o governo Dilma] dará continuidade às políticas de Lula, por ela ter feito parte do coração da administração do presidente.”

No dia seguinte ao da posse, Timerman se reúne com o novo ministro das Relações Exteriores do Brasil, Antonio de Aguiar Patriota. Durante a reunião, irão rever os principais temas da relação entre os dois países. Na conversa, Timerman vai sugerir a realização de uma reunião em Buenos Aires, já no primeiro trimestre de 2011.

Timerman desembarca em Brasília acompanhado do secretário de Comércio das Relações Econômicas Internacionais, Luis Maria Kreckler, do subsecretário de Política Latino-Americana, Tettamanti Diego, e do embaixador argentino em Brasília, Juan Pablo Lohlé.