Diesse informa que 193 greves foram feitas no Brasil de janeiro e junho

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 23 de novembro de 2006 as 21:04, por: cdb

De janeiro a junho deste ano foram feitas 193 greves em todo o Brasil, segundo balanço divulgado nesta quinta-feira pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socieconômicos (Dieese). As paralisações provocaram a interrupção da produção brasileira em 15 mil horas.

De acordo com o levantamento, a maioria das greves ocorreu no setor público, responsável por 113 greves (59% do total), com 87% do total de horas paradas. No setor privado, ocorreram 79 paralisações (41% do total), correspondendo a 13% do total de horas paradas. A maioria das greves no setor público foi protagonizada por funcionários públicos estaduais (24%), seguida por municipais (17%) e federais (12%). Outros 5% correspondem a trabalhadores de empresas estatais.

No setor privado, os empregados do setor de serviços lideraram as greves (43 paralisações), seguidos pelos trabalhadores da indústria (35). O levantamento não constatou nenhuma greve no setor do comércio e apenas uma dos trabalhadores rurais.

As greves do primeiro semestre deste ano repetiram a tendência registrada desde 2004, com maioria dos movimentos grevistas lutando por avanços nas condições de trabalho e de remuneração (72%). Em 48% das manifestações a motivação foi a defesa dos direitos trabalhistas já negociados anteriormente. Motivações de protesto foram responsáveis por 16% das manifestações.