Dia Internacional da Mulher – Funalfa comemora data com palestra, moda e fotografia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 2 de março de 2012 as 09:42, por: cdb

JUIZ DE FORA – 2/3/2012 – 12:36

Dia Internacional da Mulher – Funalfa comemora data com palestra, moda e fotografia

O Dia Internacional da Mulher, celebrado na próxima quinta-feira, 8, terá uma série de atividades promovida pela Prefeitura de Juiz de Fora, através da Funalfa, em parceria com o Espaço Manufato. Com entrada franca, a programação deste ano tem foco no tema “A mulher e o tecido”, uma referência ao pioneirismo de Juiz de Fora no setor têxtil e uma homenagem às trabalhadoras da antiga Companhia Têxtil Bernardo Mascarenhas, onde hoje funciona o Centro Cultural Bernardo Mascarenhas (CCBM).

Às 19h, no Anfiteatro João Carriço, na sede da Funalfa (Avenida Rio Branco, 2.234 – Centro), acontece a palestra “Vida Bordadeira”, com a ilustradora e escritora mineira Sávia Dumont. No encontro, ela vai contar sua relação com o bordado, ofício que aprendeu com a mãe, ainda na infância, e o trabalho de resgate e divulgação das técnicas de bordado por todo o Brasil, em cursos e oficinas, incluindo o projeto voltado para geração de emprego e renda. De 5 a 9 de março, Sávia ministrará uma oficina, cujas vagas já estão esgotadas, também dentro da programação do projeto “A mulher e o tecido”.

Ainda na palestra, ela abordará o uso do bordado como expressão de arte visual, ilustrando livros e CDs, compondo quadros e, até mesmo, agregando valor às coleções de moda. Este trabalho é realizado ao lado da mãe Antônia Zulma Diniz Dumont e de quatro irmãos: Ângela, Marilu, Martha e Demóstenes. A família forma o grupo Matizes Bordados Dumont e assina, entre outros trabalhos, livros de Jorge Amado, Manoel de Barros, Marina Colasanti e Ziraldo, a capa do CD “Pirata”, de Maria Bethânia, e reproduções de pinturas de Candido Portinari.

Coleção outono/inverno

A programação cultural do Dia Internacional da Mulher segue com o lançamento da coleção outono/inverno, que marca a abertura do Espaço Manufato (Rua Fonseca Hermes, Galpão 57 – Centro), às 21h (acesso mediante apresentação de convites). A coleção, da série “Tramas”, é intitulada “A inspiração vem de onde?”, sendo composta por vestidos, blusas, saias, bolsas, almofadas, álbuns, cúpulas de abajur, além do acervo de quadros e objetos de arte que integram a ambientação do atelier.

O material predominante é o tecido 100% algodão da Fábrica de Tecidos São João Evangelista. Os demais materiais (veludo, cetim e malha) entram em detalhes, fazendo uma brincadeira com as possibilidades. Para a estamparia, duas técnicas foram escolhidas: sublimação e corrosão – que trazem desenhos próprios, feitos a partir de imagens de processos artesanais. Peças originais em tear ou trançado manual também aparecem em algumas peças. A coleção faz uma releitura do crochê, de bordados e de tramas de tear artesanal.

Fotografias

Também no Espaço Manufato, durante o lançamento da coleção, serão projetadas imagens produzidas pela fotógrafa Paula Rivello. Em mais de cem cliques da série intitulada “Fibra”, ela apresentará todo o processo de produção na Fábrica de Tecidos São João Evangelista, no Bairro Floresta, em Juiz de Fora. “Durante dois dias, acompanhei o trabalho das tecelãs, desde o manuseio do algodão puro até o momento da estamparia e da verificação do padrão de qualidade”, disse a fotógrafa.

Paula conta que esta é sua primeira mostra individual. “Recebi o convite da Funalfa, e achei o tema ‘A mulher e o tecido’ incrível”. As imagens de Paula Rivello também farão parte de uma mostra com fotografias impressas no CCBM, dentro da programação do Mês da Mulher.

* Informações com a Assessoria de Comunicação da Funalfa, pelos telefones 3690-7044/7045.
FUNALFA