Devassa Negra deve alterar conteúdo “racista e sexista” de propaganda

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 2 de março de 2012 as 13:23, por: cdb

(1’16” / 296 Kb) – Devido ao teor “racista machista e sexista”, os produtores do anúncio publicitário da cerveja Devassa Negra terão de fazer alterações no material de divulgação. A determinação do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) foi comunicada nesta quinta-feira (29) à Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir).

A decisão atende a um pedido da própria Seppir, encaminhado por meio do ministério Público. O alvo da denúncia é a frase a frase: “É pelo corpo que se reconhece a verdadeira negra. Devassa negra encorpada. Estilo dark ale de alta fermentação. Cremosa com aroma de malte torrado”.

Carlos Alberto de Souza e Silva Júnior, ouvidor da Seppir, considera que houve a veiculação de uma imagem deturpada da mulher negra. Ele interpreta que “a frase utilizada na peça associa a imagem de uma mulher negra à cerveja, reforçando o processo de racismo e discriminação a que elas estão submetidas historicamente no Brasil e que é caracterizado, entre outras manifestações, pela veiculação de estereótipos e mitos sobre a sua sexualidade”.

De São Paulo, da Radioagência NP, Jorge Américo.

02/03/12

Comments are closed.