Detido nos EUA um ex-guarda de campo de concentração nazista

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 2 de julho de 2003 as 21:02, por: cdb

Agentes de imigração americanos detiveram um homem que foi guarda do campo de concentração nazista de Mauthausen, na Áustria, durante a Segunda Guerra Mundial, informou nesta quarta-feira, o Governo dos EUA.

Um comunicado do Departamento de Justiça informou que Johann Leprich, de 77 anos, foi capturado terça-feira em sua residência na cidade de Clinton, em Michigan.

Segundo a nota, os agentes do serviço de imigração e da polícia local detiveram Leprich depois de encontrá-lo escondido em um compartimento secreto embaixo das escadas da casa.

Leprich foi detido por ter sido acusado de violar as leis de imigração dos Estados Unidos, de acordo com fontes do Departamento de Justiça.

– Esta detenção deixa claro que aqueles que participaram das atrocidades do Holocausto não escaparão da leis dos Estados Unidos, não importa quanto tempo tenha passado – disse o secretário de Justiça, John Ashcroft.

Leprich chegou aos Estados Unidos em 1952 e naturalizou-se americano em 1958. No entanto, uma juíza federal revogou a naturalização em 1987 depois de descobrir que o homem tinha sido guarda no campo de concentração nazista de Mauthausen, entre fins de 1943 e abril de 1944.

Segundo informou seu advogado na ocasião, Leprich havia abandonado os Estados Unidos e estaria vivendo na província canadense de Ontário.

Eli Rosenbaum, diretor do Escritório de Pesquisas Especiais (OIE), disse que Leprich será expulso do país “o mais rápido possível”.

A OIE foi criada em 1979 para identificar e julgar antigos nazistas que tenham chegado ao país depois da Segunda Guerra Mundial utilizando identidades falsas.

De 1979 até agora, 71 pessoas perderam suas cidadanias por ocultarem o passado nazista, e 57 foram expulsas.