Desvios de verbas públicas em Porto Seguro chegam a R$ 48,5 milhões

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 17 de junho de 2003 as 19:58, por: cdb

Os Desvios de verbas públicas em Porto Seguro atingiram o valor de R$ 48,5 milhões. O relatório parcial sobre a força-tarefa que atuou no município durante 24 dias foi divulgado nesta terça-feira pelo ministro-chefe da Controladoria Geral da União, Waldir Pires.

Segundo ele, a situação é muito grave e não se pode esperar mais para tomar providências nas esferas municipal, estadual e federal. Na área da saúde, as irregularidades envolvem R$ 27,5 milhões e na educação, o valor chega a quase R$ 12,7 milhões.

A prefeitura deve mais de quatro meses de salários a médicos e enfermeiros e tem um débito de R$ 745 mil com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia.

O envio da força-tarefa ao município foi sugerido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva depois de tomar conhecimento das denúncias de corrupção veiculadas pelo programa Fantástico, da Rede Globo.

A fiscalização só terminou há uma semana, porque o prazo de encerramento dos trabalhos precisou ser prorrogado três vezes devido ao grande número de irregularidades no município.